The Brazilian Supporters
22/11/14
Seja bem vindo ao primeiro e maior website sobre o Manchester United no Brasil

As jovens promessas de Old Trafford

Goleiros
johnstone

Johnstone chegou ao United em 2009 e desde então vem sendo emprestado a clubes menores para adquirir experiência. Passou a temporada (2012/2013) no Walsall (clube da terceira divisão) e foi um dos principais nomes durante a campanha. Sam é um dos mais promissores goleiros ingleses, isso porque, além de ser alto, forte e ágil, vem mostrando capacidade de liderança. Não por acaso foi capitão da seleção sub-19 e atualmente faz parte da equipe sub- 21 da Inglaterra.

Sam teve, também, um grande desempenho em Old Trafford, quando o United enfrentou o  Aston Villa no play-off  da Barclays Premier Reserve League. Neste jogo ele defendeu nada menos que três pênaltis e merecidamente levou o título de melhor jogador da partida.

sutherland

Jonny chegou ao United em 2006 e logo foi mostrando que tem um bom potencial como goleiro. Fez parte da equipe escolhida por Paul McGuinness (treinador da base) durante a campanha de 2011/2012. Na temporada seguinte fez parte do elenco da seleção inglesa sub-19.

gollini

Pierluigi Gollini veio da Fiorentina para o Manchester United e já fez sua estreia no time de Paul McGuinness. O italiano tem uma boa estatura para sua idade e por isso será interessante acompanhar seu desenvolvimento com a camisa do United.

Defensores
vermijl

O belga de 22 anos impressionou Ole Gunnar Solskjaer durante um período de experiência pelo clube e desde então vem mostrando confiança e solidez. Vermijl, que veio do Standard de Liège, costuma atuar como lateral direito e pode ser uma boa opção, uma vez que tem se mostrado inteligente e “agressivo” em suas decidas ao ataque. Vermijl está na seleção sub-21 da Bélgica e representa as cores de seu país desde a categoria sub-17.

Pelo seu desenvolvimento dentro do time, o jovem é o principal nome para assumir o lugar de Rafael na lateral direita do United.

michael_keane

É irmão gêmeo do jovem atacante, Will Keane, também jogador do Manchester United. Michael esteve emprestado para o Leicester City e teve um grande desenvolvimento no clube da segunda divisão inglesa. Keane foi um dos principais nomes da conquista do FA Young, pelo Manchester United em 2011. Atuou em 30 jogos e marcou 5 gols. Chegou a atuar pela seleção da Irlanda quando mais jovem, mas optou por representar a Inglaterra em competições internacionais.

thorpe

Nascido em Manchester, Thorpe, depois de uma excelente temporada na defesa, foi um dos finalistas do prêmio de Jogador do Ano, muito por ser um dos grandes responsáveis ao liderar o United ao título da Barclays sub-21. Thorpe também já levantou outras taças como capitão pelo Manchester, como por exemplo, a FA Youth Cup em 2011. O inglês, além de atuar na defesa, por conta de sua versatilidade e por apresentar bons passes, passou pela experiência de atuar no meio campo e mostrou-se ameaçador, principalmente em lances de bola parada.

blackett

Nascido em Manchester, está no clube desde seus 8 anos de idade. Pelo seu potencial físico pode atuar como zagueiro central, mas Blackett apresenta melhor rendimento quando atua pela lateral esquerda. Dentro da área tem bom posicionamento e costuma levar perigo com as bolas paradas.

dalley

O jovem zagueiro formado no Cardiff City fez o suficiente para impressionar Paul McGuinness, mas algumas lesões limitaram suas oportunidades na última temporada. Ao todo se apresentou com a camisa do United em dez ocasiões, começando em sete delas como titular.

rowley

Rowley defendeu o United na categoria sub-18 durante a temporada 2012/13. Ao todo atuou em 15 jogos e também esteve junto com o elenco na UEFA Youth League.

janko

Chegou ao United nesta última temporada vindo do Zurique FC. É um jogador versátil que além da lateral pode se apresentar como meia caindo pelo lado direito do campo. 
O garoto impressionou o treinador reserva, Warren Joyce, pelo seu estilo de jogo. Janko é forte, mas também é um atleta veloz e isso permite com que sua dinâmica dentro de campo seja muito bem aproveitada.

Janko impressionou tanto na sua temporada de estreia que ganhou o prêmio de Reserve Team Player of the Year.

james

Com as lesões de alguns companheiros de equipe, James teve mais oportunidades no time do United e a partir de então, tornou-se um nome importante na conquista da Barcleys Sub-21 Premier League. É um jogador que apresenta boa consistência no setor defensivo.

love

Donald Love mostrou ao treinador, Paul McGuinness, que pode ser uma boa opção no setor defensivo. Na temporada 2011/2012, o garoto atuou nove vezes, sendo cinco delas como titular. Em um desses jogos, foi responsável por evitar o gol de Gyliano van Velzen, do Torquay United pela FA Youth Cup. Naquela ocasião, o United saiu vitorioso. Love, atuando pelo flanco direito também mostra muita qualidade em suas descidas ao ataque.

Meio Campistas
petrucci

O atleta chegou da Roma em 2008, com uma grande expectativa de se tornar o novo Francesco Totti. No United encontrou regularidade somente na temporada 2011/2012, ao contribuir com 8 gols em 25 partidas disputadas. Na campanha do ano seguinte, Petrucci foi emprestado ao Peterborough. Nesta última temporada esteve emprestado ao Royal Antwerp da Bélgica e ao Charlton, clube da segunda divisão inglesa. O italiano costuma atuar na maior parte das vezes pelo centro do campo, distribuindo e clareando as jogadas.

weir

Formado no Preston North End, Weir é um jovem meio campista que se destaca por ser criativo. Na temporada 2012/2013 provou ser um dos principais jogadores no time de Paul McGuinness. Weir teve um trabalho consistente dentro de campo e pelo seu trabalho exemplar durante todo o ano foi indicado para o prêmio de Jogador Jovem do Ano.

grimshaw

Chegou ao United em 2002. O meio-campista é um jogador versátil e além de jogar como volante, pode ainda atuar como lateral ou zagueiro. Na temporada 2012/2013 atuou dez vezes, sendo nove delas como titular e pelo bom trabalho apresentado foi convocado pela seleção inglesa sub-18.

Para o treinador Paul McGuiness, a possibilidade de Grimshaw atuar em várias posições é vista como algo bastante positivo.

“Ele pode atuar na frente da zaga, pelo meio-campo e também pelo lado direito do meio-campo. Grimshaw poderia ser muito importante para a equipe. Talvez um pouco como John O’Shea ou Phil Neville, ele poderia ser capaz de fazer bem todas essas funções”. Ainda segundo o treinador, o garoto tem uma mentalidade fantástica. Grimshaw ainda foi nomeado capitão da equipe red devil pelo torneio da UEFA Youth League.

mcnair

O garoto veio do Ballyclare Colts, clube irlandês. Em meio a sua campanha como meio-campista o treinador, Paul McGuinnes, entendeu que McNair poderia atuar também por outros setores, principalmente no centro da defesa. Em 2012/2013 foi muito utilizado ao lado de seu companheiro de equipe, Liam Grimshaw.

pearson

Pearson chegou ao United em 2004. Embora devemos ter cautela com comparações com ex-jogadores, o inglês tem um estilo de jogo semelhante ao de Paul Scholes. Sempre buscando a melhor opção de passe e quando necessário é bem decidido quando precisa parar um adversário.

Na temporada 2012/2013, Pearson evoluiu bastante no meio de campo do United e tornou-se uma figura importante no time de Paul McGuinness. Com uma série de atuações impressionantes, acabou sendo convocado para a seleção inglesa sub-18 e ainda ganhou a braçadeira de capitão.

Pearson começou a Barclays Sub-21 Premier League contra o Tottenham, em Old Trafford e agradou bastante o treinador.

“Ben tem sido excelente”, disse McGuinness. “Ele é um excelente passador, um jogador de combinação e um bom jogador de ligação no meio-campo.”

rothwell

Rothwell nasceu em Manchester e tem ligação com o clube desde os seis anos de idade. Atua pela faixa central do campo, criando as jogadas e sempre se mostrando presente no campo ofensivo.

Depois de um começo muito bom na temporada 2011/2012, Rothwell sofreu uma lesão que atrapalhou sua evolução no time, mas quando recuperado voltou a ser incisivo na reta final da FA Youth Cup.

Após sofrer mais uma lesão, o inglês conseguiu se recuperar bem e os sinais foram positivos quando entrou para o time Sub-21 de Warren Joyce. Rothwell teve um bom desempenho na UEFA Youth League e marcou na vitória fora de casa para a Real Sociedad. Além disso, o garoto ainda foi convocado para a seleção inglesa sub-19 em novembro.

ekangamene

Fez um rápido progresso na segunda metade da temporada 2012/2013, emergindo como um membro influente da equipe Sub-21, de Warren Joyce.

Além de atuar no meio de campo ele também pode jogar na lateral esquerda ou até mesmo como zagueiro central.

Nascido na Bélgica, mas com descendência congolesa, ele chegou do Royal Antwerp (Bélgica) após o United vencer a concorrência de Arsenal, Chelsea e Ajax pelo jogador.

lingard

O meia-atacante tornou-se um dos melhores jogadores ingleses da equipe sub-21 e teve duas temporadas de sucesso, tanto de forma individual como coletivamente. É um finalizador inteligente e confiante. Lingard costuma apresentar precisão nos passes e está sempre muito bem posicionado. É criativo, habilidoso e conta com um bom repertório de dribles. Participou da pré-temporada 2013/2014 com o time principal na Ásia e agradou os torcedores.

pereira

Andreas acertou sua transferência do PSV Eindhoven para o Manchester United ainda no início deste ano. O jovem, filho do ex-jogador brasileiro Marcos Antônio Pereira, já impressionou vestindo a camisa 14 e a braçadeira de capitão do clube inglês. Além disso, o brasileiro naturalizado belga foi destaque do time da Academia que depois de 4 anos voltou a vencer a Milk Cup e será uma esperançosa aposta para o futuro do United. O meia também destaca-se pela sua velocidade, por ser um especialista em bolas paradas e por ter um primoroso toque de bola.

Atacantes
will_keane

Irmão gêmeo de Michael Keane, Will foi artilheiro da Academia do United, marcando mais de 19 gols. Keane, foi ainda autor de um memorável hat-trick, numa partida contra o Chelsea, em Old Trafford, durante as semi-finais da FA Youth Cup em 2011. A temporada seguinte, no entanto, foi um pouco frustrante, já que o jovem sofreu uma lesão no ligamento do joelho e teve de interromper seu bom desempenho na equipe. Mesmo assim é um nome promissor. Em seu retorno aos gramados, nesta última temporada, marcou um gol contra a equipe do Bolton e nos dois jogos seguintes foi às redes por mais três vezes.
Para o treinador reserva, não houve um jogador com a mesma idade de Will, melhor que ele na Inglaterra, no momento em que o atacante do Manchester United esteve lesionou.

lawrence

Chegou ao United com apenas oito anos. Em 2011 esteve no elenco campeão da FA Youth Cup. Na temporada seguinte sofreu uma lesão que interrompeu seu bom desempenho no time. Ao se recuperar foi crucial para o Manchester United na parte final da temporada 2012/2013, tendo marcado gols e contribuindo com assistências.

O galês rende melhor quando atua como segundo atacante e, jogando com esse posicionamento, Lawrence ainda teve a incrível oportunidade de estrear com a equipe principal do United, em jogo pela 34ª rodada da Premier League. O galês fez uma boa partida na vitória por 3 a 1 contra o Hull City, mas aos 70 minutos foi substituído pelo seu compatriota, Ryan Giggs, que na ocasião, além de jogador era, também, técnico interino.

wilson

Um nome realmente promissor para o Manchester United. Wilson, sempre demonstrou muita qualidade dentro da área, tanto é, que chegou a jogar com o time sub-18 tendo apenas 15 anos.

O jovem atacante assinou em 2012 um contrato profissional com o clube e durante esse mesmo ano sofreu com algumas lesões, no entanto, ele ainda foi o artilheiro e ao todo anotou 14 gols em 13 partidas.

Na última temporada, sob o comando de Ryan Giggs, Wilson teve a chance de estar entre os titulares na partida contra o Hull City, pela 34ª rodada da Premier League. Sem dúvidas, foi um dia importante na carreira do jovem inglês, que marcou 2 gols na vitória por 3 a 1. Wilson também ganhou na temporada 2013/14 o prêmio de Young Player of the Year.

byrne

Na temporada 2012/2013, Byrne, marcou 7 gol em 14 jogos que disputou sob o comando de Paul McGuinness. O irlandês é um jogador de muita força e se mostra preciso dentro da área. Força e precisão são elementos fundamentais para um bom centroavante e segundo o McGuiness, o garoto está evoluindo e conseguindo alcançar boas marcas.

Parceiros